21 de julho de 2018
Notícias

Renault anuncia recall do Kwid

Tubo de combustível de 17.798 unidades do Kwid pode vazar

recall do Kwid
198Acessos

A Renault anunciou nesta terça-feira (21) a convocação de mais de 34.000 veículos para reparar defeitos de fabricação. O número inclui todos os Kwid vendidos desde o lançamento do modelo, além de unidades do Sandero, Logan, Duster e Duster Oroch. O motivo da convocação são três defeitos distintos, um no tubo de combustível, outro no sistema de freios e outro no sistema de direção hidráulica. Os dois primeiros afetam o Kwid. O outro afeta os demais modelos.

A Renault descobriu que o tubo de combustível de 17.798 unidades do Kwid, produzidas até 27 de setembro de 2017 (chassis HJ524902 a JJ999218), foi montado de forma inadequada, o que o deixou em posição que pode causar sua perfuração e o consequente vazamento de combustível. O outro problema envolve 21.802 unidades produzidas até 2 de novembro de 2017 – praticamente todos os Kwid fabricados no Brasil. Nestes, o sistema de freio pode sofrer trincas, o que pode ocasionar perda de eficiência de frenagem, travamento das rodas ou perda de dirigibilidade. O tempo de reparo é de um dia inteiro.

O outro defeito afeta 13.026 unidades do Sandero (chassi GJ481357 até GJ549376 e HJ246861 até HJ656295), Logan (GJ481363 até GJ516511 e HJ246859 até HJ548486), Duster (HJ246871 até HJ547067) e Oroch (HJ246869 a HJ557912) produzidos entre 29 de julho e 6 de outubro de 2017. Nestes exemplares a mangueira de baixa pressão da direção hidráulica pode se deteriorar e causar o vazamento do fluido, tornando a direção pesada, com o risco de perda de dirigibilidade. Nestes o reparo é mais rápido: agendado, leva 1h 30 min para ser realizado.

Deixe uma resposta